Tamiris de Liz e Vitor Hugo vencem os 200 m no Brasileiro/Caixa de Juvenis

30 set 2013

Deu a lógica nos 200 m do Campeonato Brasileiro/Caixa de Atletismo de Juvenis-2013. A catarinense Tamiris de Liz e o carioca Vitor Hugo dos Santos confirmaram o favoritismo e venceram a prova na tarde de ontem domingo 22, na etapa de encerramento da competição, para atletas até 19 anos, disputada no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, em São Paulo.

Líderes do Ranking Brasileiro da categoria de 2013, os dois conquistaram a medalha de ouro e garantiram lugar na delegação que disputará o Campeonato Sul-Americano da categoria, na Argentina, em outubro.

Dona de duas medalhas de bronze no Mundial de Juvenis de Barcelona em 2012, a velocista também integrou a equipe brasileira de Atletismo na Olimpíada de Londres, no mesmo ano. Tamiris venceu a prova com o tempo de 24.06 (-2.0) e se despede da competição com duas medalhas de ouro, já que venceu também os 100 m. “Fico feliz com esses bons resultados. Agora tenho condições de fazer um treino forte para o Mundial do ano que vem”, disse, referindo-se ao torneio de Eugene, nos Estados Unidos.

A atleta nascida em Joinville também falou da importância de ter participado de outras competições internacionais. “É muita experiência que a gente adquire. Ter ido aos Jogos Olímpicos foi importante para a minha carreira. Espero conseguir participar em outra oportunidade”, completou.

Vitor Hugo, que conquistou a medalha de prata no Campeonato Mundial de Menores da Ucrânia, em julho, completou a prova em 20.79, apesar do vento contra de 1.3 e da chuva que caiu na capital paulista na tarde deste domingo. “Mesmo depois do Mundial, consegui manter o ritmo. Além das medalhas, ganhei este ano muita experiência”, disse o velocista.

O fluminense Thiago André também vai levar para casa duas medalhas de ouro. Campeão dos 1.500 m, o atleta que compete pelo Rio de Janeiro venceu os 5.000 m, com 14:41.74. Outra atleta que ganhou dois ouros foi July Ferreira, campeã dos 1.500 e dos 3.000 m com obstáculos (10:38.04).

Na classificação por equipes, vitória de São Paulo com 55 medalhas (19 de ouro, 22 de prata e 14 de bronze), seguido pelo Rio de Janeiro com 27 medalhas (9 de ouro, 6 de prata e 12 de bronze). Santa Catarina terminou em terceiro, com 17 medalhas (5 de ouro, 4 de prata e 8 de bronze).

OS MELHORES – Gabriele de Sousa Santos (São Paulo) e Mateus Damião de Sá, ambos campeões do salto triplo, foram eleitos os melhores atletas do Campeonato Brasileiro/Caixa de Juvenis, por uma comissão de treinadores formada durante o Congresso Técnico da competição, na sexta-feira 21.

Pódio

200 m (-1.3)
1º Vitor Hugo dos Santos (RJ) – 20.79
2º Ricardo de Souza (SP) – 21.25
3º Rodrigo do Nascimento (SC) – 21.26

Lançamento do martelo
1º Daniel Silva (SP) – 62,57 m
2º Gustavo Waskiecicz (SC) – 58,40 m
3º Paulo Nickele Junior (RS) – 56,14 m

200 m (-2.0)
1º Tamiris de Liz (SC) – 24.06
2º Thais Vides (RJ) – 24.16
3º Ingrid Barros (SP) – 24.23

800 m
1º Ana Karolyne Silva (MT) – 2:12.61
2º Alessandra Candido (MG) – 2:13.12
3º Liliane Mariano (SP) – 2:14.13

Arremesso do peso
1º Izabela Rodrigues (SP) – 14,57 m
2º Saionara Pavanatto (SP) – 13,47 m
3º Anne Caroline da Silva (SC) – 12,43 m

Salto em distância
1º Lucas Marcelino dos Santos (SP) – 7,68 m
2º Pablo Rodrigues (SP) – 7,35 m
3º Bruno de Souza (SP) – 7,32 m

Salto em altura
1º Ana Paula de Oliveira (PR) – 1,77 m
2º Marina Querino (SP) – 1,70 m
3º Jakeline Silva (PR) – 1,70 m

3.000 m com obstáculos
1º July Ferreira da Silva (RN) – 10:38.04
2º Jacira Santos (RJ) – 11:05.74
3º Thayna de Melo (RJ) – 11:08.96

5.000 m
1º Thiago André (RJ) – 14:41.74
2º Victor Alves da Silva (MT) – 14:47.60
3º Ronald da Silva (GO) – 14:49.32

10.000 m marcha
1º Bruno Fidelis (PR) – 43:44.41
2º Max dos Santos (DF) – 43:49.90
3º Lucas Mazzo (SP) – 44:08.45

Decatlo
1º Lucas da Silva Catanhede (SP) – 6.774 pontos
2º Kerinde Hilario de Souza Brites (RJ) – 6.621
3º Manolo Santos da Silva (SP) – 6.479

4×400 m
1º Rio de Janeiro – 3:13.35
2º São Paulo – 3:14.69
3º Santa Catarina – 3:17.02

4×400 feminino
1º São Paulo – 3:48.09
2º Santa Catarina – 3:54.49
3º Rio de Janeiro – 3:56.10

Classificação final por equipes
1º São Paulo – 55 medalhas (19 de ouro, 22 de prata e 14 de bronze)
2º Rio de Janeiro – 27 (9, 6, 12)
3º Santa Catarina – 17 (5, 4, 8)
4º Rio Grande do Norte – 3 (3, 0, 0)
5º Paraná – 10 (2, 3, 5)
6º Mato Grosso – 6 (2, 3, 1)
7º Goiás – 3 (2, 0, 1)
8º Distrito Federal – 4 (1, 2, 1)
9º Amazonas – 2 (1, 1, 0)
10º Rio Grande do Sul – 3 (0, 2, 1)
11º Minas Gerais – 3 (0, 1, 2)
12º Pernambuco – 1 (0, 1, 0)
13º Ceará – 1 (0, 0, 1)
13º Mato Grosso do Sul – 1 (0,0,1)

A competição, destinada a atletas com até 19 anos, que contou com a participação de 358 atletas (189 homens e 169 mulheres), representando 23 Estados e o Distrito Federal, foi organizada pela CBAt, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio do Governo do Estado de São Paulo.