Corredora supera fome na infância e brilha nas ruas da Baixada Santista

6 set 2013

1Nascida em São Luís (MA) e radicada na Baixada Santista, Maria dos Remédios é uma verdadeira campeã, no esporte e na vida. Morou na roça por 12 anos, já foi babá, massagista e passadeira. Hoje, aos 44 anos, a corredora acumula diversas conquistas, como os seis títulos do Campeonato Santista de Pedestrianismo e da edição 2012 da Meia Maratona A Tribuna – Praia Grande. Competição, aliás, pela qual briga por nova vitória neste domingo.

– Já passei fome, mesmo. Mas acreditei que um dia tudo poderia melhorar, que não precisava desanimar. Era viver com sofrimento até crescer, buscar um destino – recorda.

Há 20 anos, Maria dos Remédios descobriu o pedestrianismo. Foi paixão a primeira vista.

– A corrida de rua mudou minha vida. Sou apaixonada. A partir dela, transformei minha vida. Virei um ser humano mais calmo, compreensivo. Aprendi a focar nos meus objetivos – conta, revelando também a importância da Meia Maratona para o desenvolvimento da carreira.

– A Meia Maratona me deu a oportunidade de me avaliar como atleta. Toda vez que disputava provas longas eu me desequilibrava, pensava em quem estava na frente ou atrás… E essa prova mostrou que você tem de correr e fazer o que treinou, sem pensar no resto – explica.

As lições são as que fazem Maria dos Remédios não ter dúvidas da estratégia que pode levá-la a outra vitória em Praia Grande, neste domingo.

– Você não pode construir uma casa já pensando no desabamento. Não vou trabalhar para uma prova com pensamento negativo. Vou pensando em realmente ganhar o que disputo – conclui.

A Meia Maratona terá a participação de 3.100 atletas, divididos entre a prova principal, de 21 quilômetros, e a corrida participativa de 10 quilômetros. O evento terá largada e chegada em frente ao Paço Municipal de Praia Grande, na Vila Mirim. Os participantes têm até sábado para retirar o kit, das 12h às 21h, na Avenida Ayrton Senna da Silva, 333.